5a7c3698ac2f4-5a7c379b1b635-980x480
Edmo Bernardes 8 de fevereiro de 2018 Nenhum Comentário

 


Decisão do jornal é inédita no mercado após a rede mudar o algoritmo para mostrar menos notícias na timeline

Em uma decisão inédita, a Folha de S. Paulo deixa de publicar seu conteúdo no Facebook a partir desta quinta-feira (8). O jornal divulgou que manterá sua página na rede social, mas não vai mais atualizá-la com novos posts.

A Folha abre um precedente de mercado importante e é reflexo da mudança que o Facebook fez em janeiro no algoritmo, que passou a mostrar mais na timeline conteúdos de interação pessoal, feitos por amigos e parentes, e menos as notícias compartilhadas por companhias de mídia e empresas em geral.

O jornal cita “as desvantagens em utilizar o Facebook como um caminho para atingir os leitores, que ficaram mais evidentes após a decisão da rede social de diminuir a visibilidade do jornalismo profissional nas páginas de seus usuários”.

Para a Folha, isso reforça a tendência do usuário a consumir cada vez mais conteúdo com o qual tem afinidade, favorecendo a criação de bolhas de opiniões e convicções e a propagação das fake news. Na opinião do jornal, “sem conseguir resolver satisfatoriamente o problema de identificar o que é conteúdo relativo a jornalismo profissional e o que não é, a rede (Facebook) anunciou no mês passado que reduziria o alcance das páginas de veículos de comunicação, entre outros”.

A decisão da Folha, jornal de maior circulação no Brasil com 304.716 exemplares impressos aos domingos, deve abrir uma polêmica no mercado. Um dos jornais mais influentes do país, a Folha também tem uma audiência grande no digital, sendo o primeiro jornal brasileiro a ter circulação digital maior do que a impressa.

Menos importância
A Folha também relata que, no caso do jornal, a importância do Facebook como canal de distribuição já vinha diminuindo significativamente antes mesmo da mudança do mês passado, tendência observada também em outros veículos.

Segundo dados internos do jornal, em janeiro o volume total de interações (compartilhamentos, comentários e curtidas) obtido pelas 10 maiores páginas de jornais brasileiros no Facebook caiu 32% na comparação com o mesmo mês de 2017.

Atualmente, a Folha tem 5,95 milhões de seguidores no Facebook, o que lhe dá a posição de maior jornal brasileiro na rede social. As páginas das editorias somam 2,2 milhões de curtidas. O jornal informa que os leitores poderão compartilhar normalmente conteúdo da Folha em suas páginas pessoais do Facebook. O jornal também tem perfis atualizados diariamente no Twitter (6,2 milhões de seguidores), Instagram (727 mil) e LinkedIn (726 mil).

Edmo Bernardes

Edmo Bernardes
Formado em Comunicação Social é jornalista e publicitário. Há 38 anos é diretor da Diálogo Propaganda, tendo já trabalhado em conjunto com a Salles Inter-Americana de Publicidade (atual Publicis) por oito anos e com a McCann Erickson. É colunista de propaganda e marketing no Jornal A Cidade on e na Rádio CBN Ribeirão. É também âncora do programa Diálogo com Edmo Bernardes, talk show no canal 22 da Net Ribeirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *